quarta-feira, 27 de junho de 2012

Pode contar calorias, só não faça disso uma ciência exacta!

Quem me conhece, sabe que sou um crítico por excelência da contagem fundamentalista que alguns profissionais de saúde fazem da ingestão calórica. Contar calorias descurando a composição macronutricional não me parece o melhor caminho, muito menos a maneira mais inteligente de atingir objectivos. Invocar a 1ª lei da Termodinâmica (TD), como alguns profissionais de saúde convictamente gostam de fazer, pode ser perigoso e até incipiente. Afinal será “uma caloria, uma caloria”?